SEDUC alega que prioridade em pagamento de salários atrasou repasses às unidades de ensino

merenda.jpg
Fonte | Reprodução

A Escola Estadual Professora Julieta Xavier Borges, localizada no bairro Maracanã, em Barra do Bugres (164 km de Cuiabá), emitiu um comunicado aos pais dos alunos pedindo para que eles mandassem comida aos filhos desde a última segunda-feira. A alegação da instituição é de que o fornecimento da merenda estava suspenso por conta de atraso nos repasses do Governo.

Segundo o comunicado feito pela direção, o Governo do Estado não tem repassado os recursos necessários para a aquisição de gás de cozinha, além e material para limpeza da escola. É informado também que os fornecedores cortaram as vendas.

Em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a reportagem do FOLHAMAX foi informada de que a cada três meses o Governo do Estado repassa recursos para a manutenção das escolas estaduais. Porém, neste mês, em razão da prioridade no pagamento dos salários dos servidores houve um atraso de 15 dias no último repasse, que será regularizado a partir desta semana.

A pasta também comunicou que o dinheiro destinado para alimentação escolar está em dia em todas as escolas do estado.

A Secretaria de Fazenda também informou que R$ 6 milhões para a manutenção das escolas estaduais estão sendo repassados desde a última terça-feira (17).

 

Fonte | FolhaMax 18/10/2017 09:19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *